top of page
  • Foto do escritorJuliana Marona

Estima-se que as exportações de alimentos do Equador cresçam em 2024.


Dados recentes do Banco Central do Equador revelam que as exportações do país sofreram uma queda em valor e volume entre janeiro e outubro de 2023, principalmente devido à queda nas exportações de petróleo. No entanto, houve um crescimento trimestral positivo no valor das exportações, impulsionado pelo aumento das exportações de petróleo.

O setor de camarão envolveu um ano de exigência devido à redução dos preços internacionais, resultando em uma queda nas receitas e exportações. As perspectivas para 2024 continuam incertas, com a possibilidade de uma queda ainda maior nas exportações.

Por outro lado, as exportações de banana tiveram um desempenho positivo, com um aumento em volume e valor. A aprovação do Acordo de Livre Comércio com a China pode contribuir ainda mais para o crescimento das exportações de banana nos próximos anos.

Além disso, o Equador está se destacando no setor agrícola e agroindustrial, com aumentos significativos nas exportações de frutas como pitaia e physalis, além de produtos avícolas.

No entanto, o país enfrenta desafios no setor do cacau devido às novas regulamentações da União Europeia, que podem impactar níveis nas exportações. Há negociações em andamento para mitigar esses impactos e proteger os interesses dos pequenos e médios produtores.

Esses dados destacam a importância de acompanhar de perto as tendências e regulamentações do mercado para garantir o crescimento sustentável das exportações equatorianas.


Fonte: Site The Food Tech

0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page