top of page
  • Foto do escritorJuliana Marona

Congresso das Filipinas pode proibir adição de açúcar em alimentos para crianças pequenas.



Membros do governo das Filipinas estão propondo regulamentações para proibir o uso de açúcar adicionado em alimentos destinados a crianças menores de três anos. A iniciativa surge em resposta ao alto consumo de açúcar na dieta filipina, exemplificado pela popular sobremesa halo-halo, e à crescente taxa de obesidade no país. A obesidade entre os filipinos dobrou nas últimas duas décadas, com um aumento significativo também observado entre adolescentes. O projeto de lei, apresentado pela senadora Imee R. Marcos, visa promover uma melhor nutrição e desenvolvimento infantil, exigindo que os fabricantes removam o açúcar adicionado de seus produtos e busquem alternativas mais saudáveis. O projeto abrange alimentos para bebês e produtos da indústria de cana-de-açúcar, definindo "comida para bebês" como qualquer alimento, exceto leite materno, destinado a bebês e crianças pequenas entre seis meses e três anos. A proposta inclui penas severas para garantir o cumprimento, como multas, prisão e até deportação de estrangeiros que violarem as regras.

Fonte: Site Food Navigator


0 visualização0 comentário

Comments


bottom of page